Instituições participantes


  • Herbário CEN - EMBRAPA Centro de Recursos Genéticos e Biotecnologia, Brasília, Distrito Federal e Herbário HMS - EMBRAPA Gado de Corte, Campo Grande, Mato Grosso do Sul.
  • Herbário NX - Universidade do Estado do Mato Grosso, MT.
  • Herbário UFG - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, Goiás.
  • Herbário HEPH - Jardim Botânico de Brasília, Brasília, Distrito Federal.
  • Herbário UB - Universidade de Brasília, Brasília, Distrito Federal.

Busca rápida
 

Financiamento

Ministério da Ciência e Tecnologia Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Bem vindo ao website Florescer


O objetivo do Projeto FloResCer é disponibilizar dados de flora da Região do Centro-oeste e Tocantins. O grande problema de todo herbário, mormente o pequeno, é a dificuldade de identificar o material, pela riqueza da flora brasileira, associada à falta da literatura, falta de uma coleção de referência já bem identificada e falta de taxonomistas. Os taxonomistas, principalmente das grandes famílias, vivem assoberbados com o grande número de identificações solicitadas.

SAIA VELHA CERR ENCOSTA

Os sistemas integrados valorizam as identificações feitas pelos especialistas taxonômicos, que podem ser aproveitadas por todos os herbários que tem duplicatas daquele material, e diminuem as identificações de rotina das espécies mais comuns (que geralmente podem ser feitas, embora com pequena margem de erro, por bons botânicos generalistas). Isto permite que os taxonomistas canalizem mais tempo para as monografias e para as determinações de material difícil, raro ou novo.

Espera-se que a existência do Projeto Florescer, permitindo busca automatizada de determinações novas na plataforma, otimize a rotina dos herbários, agilizando a re-distribuição na plataforma de novas determinações feitas por especialistas visitantes. Deverá ser um forte estímulo para a permuta, pois o herbário aumenta muito sua chance de ganhar uma possível identificação futura com o envio da duplicatas para os integrantes da Plataforma.

Grupos taxonômicos bem representados


Algas: Aproximadamente 10.000 registros estão informatizadas, associadas a aproximadamente 700 imagens (Diatomáceas); Briófitas tem crescido muito sob curadoria de Paulo Câmara; Pteridófitas: Toda a coleção do UB está informatizada, que conta com coletas recentes de Raquel Novelino, como também as coletas recentes de Natália Ivanauskas e Francisco Athayde Filho do herbário NX; Macrófitas, aquáticas e paludosas: As importantes coleções de Vali Pott do herbário HMS estão disponíveis, com destaque para as Lemnaceae; Plantas medicinais: Busque pela palavra chave desejada (exemplo: chá, macela, calmante) no campo observações.

Famílias Botânicas de Fanerógamas bem representadas: Araceae coletas e material identificado por E.G. Gonçalves. Asteraceae coletores e identificadores variados. Bignoniaceae coletores e identificadore variados. Gramineae coletores e identificadores variados. Lemnaceae coletas e identificações de V.J. Pott. Lythraceae coletas e material identificado por T.B. Cavalcanti. Malpighiaceae coletas e material identificado por W.R. Anderson. Melastomataceae coletores e identificadores variados. Myrtaceae Coletas e material identificado por C. Proença e L.H. Soares Silva. Orchidaceae Coletas, tipos e material identificado por L.B. Bianchetti, L.C. Menezes e J.A.N. Batista. Leguminosae Coletas e material identificado por H.S. Irwin, M.F. Simon e J.F. Valls. Rubiaceae Coletas e material identificado por J.H. Kirkbride Junior, P. del Prete, E.B. Souza, E. Cabral e R. Salas. Viscaceae Coletas e material identificado por C.S. Caires.

1.jpg2.jpg3.jpg4.jpg5.jpg